8 1Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus[E], 2porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.   3Porque, aquilo que a Lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne[F], Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado[G]. E assim condenou o pecado na carne, 4a fim de que as justas exigências da Lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito.   5Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito tem a mente voltada para o que o Espírito deseja.   6A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz;   7a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à Lei de Deus, nem pode fazê-lo.   8Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus.   9Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo.   10Mas, se Cristo está em vocês, o corpo está morto por causa do pecado, mas o espírito está vivo[H] por causa da justiça. 11E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vocês, aquele que ressuscitou a Cristo dentre os mortos também dará vida a seus corpos mortais, por meio do seu Espírito, que habita em vocês.   12Portanto, irmãos, estamos em dívida, não para com a carne, para vivermos sujeitos a ela.   13Pois, se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão,   14porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.   15Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os torna filhos por adoção, por meio do qual clamamos: “Aba[I], Pai”. 16O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus.   17Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória.   A Glória Futura 18Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.   19A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados.   20Pois ela foi submetida à inutilidade, não pela sua própria escolha, mas por causa da vontade daquele que a sujeitou, na esperança   21de que[J] a própria natureza criada será libertada da escravidão da decadência em que se encontra, recebendo a gloriosa liberdade dos filhos de Deus.   22Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto.   23E não só isso, mas nós mesmos, que temos os primeiros frutos do Espírito, gememos interiormente, esperando ansiosamente nossa adoção como filhos, a redenção do nosso corpo.   24Pois nessa esperança fomos salvos. Mas esperança que se vê não é esperança. Quem espera por aquilo que está vendo?   25Mas, se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente.   26Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.   27E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.   Mais que Vencedores 28Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam,[K] dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. 29Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.   30E aos que predestinou, também chamou; aos que chamou, também justificou; aos que justificou, também glorificou.   31Que diremos, pois, diante dessas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?   32Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos dará com ele, e de graça, todas as coisas?   33Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.   34Quem os condenará? Foi Cristo Jesus que morreu; e mais, que ressuscitou e está à direita de Deus, e também intercede por nós.   35Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?   36Como está escrito: “Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro”[L].   37Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.   38Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios[M], nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, 39nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.  
Can i read the Bible on my phone/tablet?
Selected Verses